VOCÊ DESEJA VIVER EM PAZ COM SEU CORPO E SUA ALIMENTAÇÃO?

UM DOS MEUS SONHOS COMO PSICOTERAPEUTA SEMPRE FOI ENSINAR A CONQUISTA DA PAZ DIANTE DA ALIMENTAÇÃO, E O EMAGRECIMENTO NATURAL E DEFINITIVO, SEM A NECESSIDADE DE DIETAS IMPOSTAS.

Desafiador esse meu sonho! E igualmente desafiadores os sonhos de meus clientes que buscam tais objetivos! Isso porque para que eles sejam atingidos, faz-se necessária a reformulação de crenças num grau profundo.

Boa parte das pessoas prefere emagrecer e tentar resolver distúrbios alimentares através de dietas. Somente aqueles que já fizeram muitas tentativas e não conseguiram resultado duradouro é que costumam se dedicar mais à terapia.

Eu sempre tive pessoas dedicadas e decididas entre meus clientes. Para eles, em 2001, eu criei o método EMAGRECIMENTO PELO AUTOCONHECIMENTO, através do qual pude auxiliá-los na conquista dos objetivos mencionados acima.

Tive o privilégio de acompanhar clientes com questões de transtornos alimentares, desde um simples emagrecimento, após um ganho de peso em função de fase de maior stress, até quadros mais graves de anorexia e bulimia e inúmeros casos de compulsão alimentar.

Através da experiência adquirida em quase 20 anos de atendimentos individuais e em grupo, em 2020 o método EMAGRECIMENTO PELO AUTOCONHECIMENTO deu origem ao método terapêutico EMAGREÇA BRINCANDO.

 

MÉTODO TERAPÊUTICO EMAGREÇA BRINCANDO

Ao longo desses quase 20 anos desenvolvi uma abordagem terapêutica com técnicas e exercícios exclusivos que me possibilitam auxiliar a grande maioria das pessoas que me procura.

As técnicas são usadas para identificação das traumatizações que geraram crenças que fazem a pessoa não se tratar da melhor forma (leia abaixo "Causas emocionais dos transtornos alimentares"). As pessoas que sofrem com transtornos alimentares costumam se maltratar de diversas maneiras, entre elas, não se alimentando com qualidade ou comendo compulsivamente num dia e privando-se no dia seguinte.

Os exercícios são utilizados para ressignificação das crenças. Utilizo diversos exercícios que “chegam” na mente inconsciente e conseguem realizar a ressignificação das crenças não funcionais (que geram e mantém os distúrbios alimentares).

Conhecimentos utilizados nas técnicas e exercícios que criei:

       - Metafísica - Estudos metafísicos diversos sempre foram a base da minha abordagem;

       - Neurolinguística;

       - Hipnose Clássica e Conversacional;

       - Bioenergética;

       - Leitura de Caráter;

       - Metalinguagem;

       - Filosofia;

       - Neurociência – Estou em contato constante com as últimas pesquisas acadêmicas para comprovação e determinação de novos estudos nas áreas acima.

 

É MESMO POSSÍVEL EMAGRECER BRINCANDO?

 

O método terapêutico EMAGREÇA BRINCANDO recebeu esse nome porque foca em tratar feridas de infância - que geraram crenças falsas, e não funcionais, relacionadas à falta de paz diante do corpo e da alimentação -  da forma mais leve possível pra você.

E acredite, esse processo pode ser absolutamente leve e vai depender só da sua dedicação às técnicas e exercícios que lhe forem apresentados.

Logo nos nossos primeiros contatos, vou explicar como isso será possível, apesar de estarmos “mexendo” em memórias e crenças que geram desconforto.

Já faço um spoiler: desconforto não significa sofrimento, sobretudo se visualizamos uma “recompensa” ao final. Pense comigo: você amanhece às 5h da manhã, num dia bem frio de inverno, precisando “pular” da cama para se preparar para um dia de trabalho. Se você estiver de bem com a vida, autoconfiante e motivado com suas atividades profissionais, você poderá até sentir algum desconforto para sair da cama, mas isso não significará sofrimento. No entanto, se você estiver desmotivado, infeliz ou depressivo, necessitar sair da cama nesse momento talvez signifique enorme sofrimento. Quem já passou por fases depressivas sabe bem do que estou falando, mas creio que qualquer pessoa consegue visualizar essa situação.

Durante o EMAGREÇA BRINCANDO, em pouco tempo você vai começar a sentir-se de bem com a vida e autoconfiante, inclusive sobre a solução de um possível transtorno alimentar que talvez o incomode. Isso lhe permitirá identificar e ressignificar memórias e crenças de forma leve, como se estivesse realmente brincando.

GUARDE ISSO, POIS ESSA IDEIA É PARTE IMPORTANTE DO SUCESSO DESTE MÉTODO DE EMAGRECIMENTO!

É da natureza do ser humano gostar de desafios. Crianças sentem prazer ao desafiarem a si mesmas e aos amiguinhos enquanto brincam, de esconde esconde a jogos de tabuleiro.

Aprendemos a ver o emagrecimento e a questão da alimentação (e a maior parte das 'dificuldades" da vida) como problemas, como algo que tem que ser resolvido para sermos mais felizes. Problemas requerem solução, e isso gera tensão. Enquanto não resolvemos, ficamos tensos, parece que sentimos que só vamos relaxar quando tivermos encontrado a solução, ou seja quando tivermos emagrecido ou quando estivermos mais em paz com a alimentação. Você já se viu tenso e preocupado com seu corpo ou sua alimentação?  Não precisa ser assim!

No EMAGREÇA BRINCANDO, aprendemos desde o primeiro dia, que é possível passar por todo o processo, até a conquista da paz sobre o corpo e a alimentação, com o prazer e a leveza de quando brincávamos por diversão e não por necessidade de resolver algo.

 

PARA MAIS INFORMAÇÕES OU PARA AGENDAR UMA PRIMEIRA SESSÃO GRATUITA:

WHATSAPP: 021 19 9 9224-0023

NÚCLEO DE METAFÍSICA: 021 11 2385-2822

origem da falta de paz diante da alimentação

Simplificando bastante o tema, posso dizer que a falta de paz diante do corpo e da alimentação se dá por uma espécie de vazio emocional, que tendemos a preencher com alimento.

Esse vazio tem origem numa ideia inconsciente básica: “eu não sou amado”. Tal ideia tem origem em outra ideia ainda mais básica, que deriva da interpretação inconsciente que a pessoa tem de si mesma: “eu não sou algo bom” ou, “eu não sou bom o suficiente, portanto, não mereço ser amado”.

Essas ideias surgem no ser humano quando ele ainda é uma criança de até 7 anos de idade, através de mecanismos cerebrais e mentais inconscientes. Os mecanismos cerebrais estão ligados à sobrevivência do corpo e os mentais à interpretação do que é necessário para a sobrevivência. Não é possível me aprofundar nesse assunto neste momento, mas no EMAGREÇA BRINCANDO, o entendimento desses mecanismos corrobora para que a paz diante da alimentação seja alcançada.

Por enquanto, vou apenas dar um exemplo de como esses mecanismos podem se dar.

Imagine que uma criança, durante o período em que ainda era amamentada pela mamãe (fase do desenvolvimento infantil onde ocorre a maior parte das traumatizações que, ao longo de alguns anos, culminam na compulsão alimentar, como mecanismo de defesa), tenha passado pela seguinte situação: ela estava sendo amamentada e sentia-se alimentada, aquecida e suprida em suas necessidades básicas.

Imagine que em algum momento, a campainha tenha tocado e a mamãe tenha colocado seu bebê, com todo carinho, no bercinho, para poder ver quem estava à porta. Como a mamãe se agitou e sentiu um pouco de ansiedade para correr logo à porta, sentiu algum calor enquanto colocava seu bebê no bercinho e imaginou que ele também estivesse sentindo calor. Então, além de colocá-lo no bercinho, ela retirou a manta que o envolvia. A mamãe demorou não mais que 2 minutos à porta e voltou para retomar a amamentação do seu bebezinho. No entanto, nesta cena corriqueira, que nada tem de falta de amor, poderá ter sido gerada, na mente da criança, uma traumatização que em alguns anos, talvez ainda na infância, na adolescência, ou em qualquer outra fase da vida adulta, poderá gerar a compulsão alimentar.

Vou explicar brevemente como isso pode ter acontecido. O ser humano nasce naturalmente carente e isso é próprio não somente da sua espécie, como também de todos os primatas e também de todos os mamíferos. Se o bebê recém-nascido for abandonado numa cestinha no meio da rua e ninguém achar esse bebê no prazo de alguns dias, certamente ele vai morrer. O mesmo aconteceria com um macaquinho abandonado no meio da floresta. Existem outras espécies de animais que não precisam de nenhum tipo de cuidado após o nascimento, certo? Mas esse não é o caso do ser humano e do macaquinho.

Porque estou comparando o homem e o macaco? Para tentar explicar que somos evolutivamente carentes, tanto o macaco quanto o homem precisam de cuidado, de afeto e de calor até mesmo para sobrevivência. Onde estou querendo chegar? O nosso cérebro interpreta a falta de contato, de carinho e de atenção, de forma muito negativa, ELE SENTE INCLUSIVE MEDO DE MORRER.

Vamos voltar ao bebê que foi deixado carinhosamente no bercinho. Conforme o grau de envolvimento daquele bebê com a sua mamãe segundos antes da campainha tocar, ou seja, conforme o que ele estava sentindo em relação à mamãe (hoje a neurociência comprova que o ser humano “sente” desde o momento da concepção, antes mesmo da formação do sistema neurológico!!!!), ele pode ter “interpretado” que foi abandonado e “largado” no bercinho. E mesmo a mamãe voltando e retomando toda a sua atenção, a traumatização já tinha sido gerada.

Ainda como parte do nosso exemplo, para que você entenda como uma cena corriqueira na vida de qualquer criança pode gerar a compulsão alimentar e toda uma vida de certo sofrimento em função dela, vamos continuar acompanhando essa criança até o momento em que ela, já “aparentemente adulta”, tem o seu primeiro episódio de compulsão alimentar.

Essa criança, que é uma menininha, aos 11 anos de idade, é apaixonada pelo coleguinha de classe e um dia esse menininho lhe diz que ele é apaixonado por uma outra coleguinha. Nesse momento a nossa menininha sofre, e reforça a traumatização do dia que foi “largada” no bercinho. Um novo registro é feito em sua mente inconsciente: fui abandonada mais uma vez. Esse registro talvez tenha gerado uma crença inconsciente, mais ou menos assim: “puxa, deve ter algum problema comigo....”.

Numa próxima cena, encontramos a nossa menininha já aos 18 anos, nos primeiros dias de faculdade, na festinha de bem vindo aos calouros. Ela tinha se “interessado” por três jovens e tinha sentido preferência por um. Vamos considerar que ela já fosse uma jovem um tanto carente, por algumas questões que não vamos entrar no mérito agora, mas entre elas, por conta das traumatizações do dia que foi “largada” no carrinho e do dia que foi “abandonada” pelo menininho que gostava. Ela termina esse dia da festa de calouros sentindo-se, mais uma vez, profundamente abandonada, até porque as suas colegas, terminaram a festa, cada uma com um dos jovens que a tinham interessado. Ela vai para a casa sozinha e triste e lá chegando, a primeira coisa que faz é comer um pedaço de bolo que estava na geladeira, apesar de não sentir fome. Consideraremos esse o primeiro episódio de compulsão alimentar na vida dessa jovem mulher, pois ela comeu algo para aliviar um desconforto emocional que estava sentindo. No entanto, a compulsão alimentar dessa mulher começou a ser originada quando ela era apenas um bebê, que “acreditou” ter sido abandonado pela mamãe. É claro que tudo isso se deu num processo inconsciente, principalmente quando ela era ainda um bebê, já que bebês e crianças até alguns meses de idade não possuem nenhum tipo de onda cerebral que indique nenhum tipo de consciência.

O ser humano adulto, continua “imprimindo” ou reforçando crenças inconscientes que foram geradas na infância e que podem fazê-lo sofrer muito, caso ele não comece a ter mais consciência sobre elas e não trabalhe em sua ressignificação.

A proposta do EMAGREÇA BRINCANDO é auxiliar na identificação de traumatizações inconscientes e na sua ressignificação.

PARA MAIS INFORMAÇÕES OU PARA AGENDAR UMA PRIMEIRA SESSÃO GRATUITA:

WHATSAPP: 021 19 9 9224-0023

NÚCLEO DE METAFÍSICA: 021 11 2385-2822



Leia mais: https://www.nucleometafisica.com.br/terapia-de-emagrecimento-pelo-autoconhecimento/emagreca-brincando/

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Terapia online

Faça terapia de casa, do trabalho ou de qualquer ambiente onde você possa estar em privacidade.

Desde 2006 contabilizamos as diversas vantagens da terapia on line:

Economia de tempo e custos

Estímulo da desinibição para pessoas com dificuldade de concentração

Conforto

Acessibilidade

Privacidade

Entre em contato e obtenha mais informações.

 

 

Dificuldade para emagrecer?

Você deseja emagrecer mas não consegue fechar a boca, percebe que continua comendo quando todos já pararam, pensa sempre em comida, belisca o dia inteiro ou ataca a geladeira na calada da noite?

Se você se vê com qualquer uma dessas dificuldades, você sofre de compulsão alimentar, que afeta praticamente todas as pessoas que querem emagrecer. 

A causa da compulsão alimentar pode ser stress, ansiedade, dificuldade de relacionamentos ou de lidar com os problemas. 

A terapia de "Emagrecimento pelo autoconhecimento" foca na identificação e tratamento dos problemas emocionais da compulsão alimentar.

Contato

Núcleo de Metafísica A MELHOR FORMA DE NOS CONTATAR É POR WHATSAPP: (19) 99224-0023

CASO VOCÊ PREFIRA NOS CONTATAR POR NOSSO FORMULÁRIO DE CONTATO, NÃO ESQUEÇA DE VERIFICAR SUA CAIXA DE SPAM E LIBERAR O NOSSO EMAIL atendimento@nucleometafisica.com.br

Nossos 3 endereços:

1. São Paulo - SP Zona Sul
Av. Senador Casimiro da Rocha
Vila Mariana
próximo ao Metrô Praça da Árvore

2. São Paulo - SP Zona Leste
Rua João Gomes Ribeiro
Tatuapé
próximo ao Metrô Carrão

3. Campinas - SP
Av. Machado de Assis - Taquaral
PARA MAIS INFORMAÇÕES OU PARA AGENDAR UMA PRIMEIRA SESSÃO GRATUITA:

NÚCLEO DE METAFÍSICA: 021 11 2385-2822
WHATSAPP: 021 19 9 9224-0023

nucleometafisica@gmail.com